Descubra como ser um Síndico Proativo - Wecondo
Já é Cliente? (35) 9 8831-3867
Não é Cliente? (35) 3292-4700

Descubra como ser um Síndico Proativo



Descubra como ser um Síndico Proativo


A inadimplência é uma das situações mais problemáticas que um síndico tem que enfrentar. Afinal, além do estrago no caixa do condomínio, ainda existem os problemas de relacionamento com os devedores e o constrangimento de ter que realizar a cobrança inúmeras vezes.

            Em 7 tópicos rápidos, descubra como ser um síndico proativo na gestão do condomínio, gerando conformidade e alinhamento financeiro para condôminos.

 

  1. Estabeleça regras claras e conscientize:

    É fundamental estabelecer regras claras, que sejam bem definidas no regulamento do condomínio e que devam ser aplicadas a todos os inadimplentes, sem distinção, inclusive, no que diz respeito às multas. Outro passo é buscar a conscientização dos condôminos sobre os efeitos negativos que a inadimplência causa, tanto sobre o caixa do condomínio quanto sobre a qualidade dos espaços e dos equipamentos são comunitarios.
     
  2. Crie um fundo de reserva (prevenção):

    A criação de um fundo de prevenção à inadimplência, sempre com aprovação em assembleia, evita as sobrecargas no caixa que são causadas pelos inadimplentes. Como a contribuição para esse fundo será recolhida para cobrir despesas ordinárias, ela pode ser cobrada inclusive dos inquilinos que ocuparem unidades no condomínio. Com o dinheiro desse fundo poderão ser cobertas despesas ordinárias mensais, caso a inadimplência no condomínio comprometa o orçamento padrão.
     
  3. Agilize a cobrança:

    O atraso no pagamento do condomínio pode ocorrer em função de esquecimento ou em decorrência de algumas eventualidades que tenham efeitos passageiros sobre a vida do condômino. Quando situações assim acontecem, geralmente ele não se torna um inadimplente. Tanto quanto a geração e emissão antecipada do boleto da taxa de condomínio, a entrega ou o envio do boleto deve ser imediato. De qualquer forma, quando houver atrasos, o devedor deve ser notificado logo após o vencimento.
     
  4. Negocie o quanto for possível:

    Além de menos desgastante, o acordo extrajudicial pode ser mais ágil do que uma cobrança na Justiça. Portanto, dê atenção às argumentações do condômino e o aceite, desde que elas sejam mantidas no limite do razoável e que tenham por finalidade regularizar a situação. Se mesmo depois de esgotadas as negociações não houver o pagamento, então a advocacia do condomínio deve ser acionada, a fim de dar início à cobrança judicial.
     
  5. Proteste o inadimplente:

    Os títulos de condôminos inadimplentes podem ser protestados sob o amparo da Lei Federal nº 9.492, de 1997. Além disso, o nome do inadimplente pode ser incluído no cadastro dos órgãos de proteção ao crédito, como Serasa, SPC entre outros.
     
  6. Não exponha o inadimplente:

    O síndico deve tomar o máximo cuidado para não expor o condômino inadimplente, o que contraria a legislação brasileira. Portanto, criar uma lista nominal dos inadimplentes pode levar a sérios problemas, inclusive com ação de danos morais. Contudo, há jurisprudência que aceita que o síndico, no cumprimento de suas obrigações de dar clareza aos processos administrativos do condomínio, informe no balancete das unidades cujas taxas estejam em atraso.
     
  7. Aprimore sua gestão condominial:

    Buscar a evolução é fundamental. Anotações e planilhas feitas sem cuidado, geram dados incorretos. E para fazer com eficiência demanda muito tempo e concentração. Existe uma plataforma online que facilita toda a gestão do condomínio, desde avisos, comunicação de assembleias e prestação de contas. Experimente grátis agora:

Redação/Wecondo: Todo conteúdo do Blog da Wecondo é escrito sob a licença Creative Commons BY-SA 3.0. Você pode usar e compartilhar este conteúdo desde que nos indique nos créditos e fonte original do mesmo.

Experimente Grátis Calculadora

LGPD

Lei Geral de
Proteção de Dados

Nosso site coleta informações através de formulários, caso preenchidos por você, além de utilizar cookies, que são informações coletadas a partir do seu navegador de internet.

Ao utilizar nossos serviços, você concorda com nossa Política de Privacidade .

Estou de acordo